INFORMAÇÕES:

MINHA CASA MINHA VIDA

O que é?

Minha casa minha vida é um programa do governo federal em parceria com Estados, municípios, empresas e movimentos sociais que vai construir 1 milhão de novas casas e apartamentos para a população. São muitos os benefícios para a população que tem renda familiar de até 10 salários mínimos (R$4.650,00), que vão de subsídio nos financiamentos com recursos do FGTS até redução dos custos de seguro e acesso ao Fundo Garantidor da Habitação.

Condições?

  • Não ser detentor de financiamento ativo em qualquer parte do país.
  • Não ter recebido subsídio direto ou indireto da União.
  • Não ter recebido a partir de 16 de maio de 2005, desconto concedido pelo FGTS na concessão de financiamento habitacional.
  • Não ser detentor de contrato de arrendamento no Programa de Arrendamento Residencial – PAR , no país.
  • Não ter recebido, em qualquer época, desconto concedido pelo FGTS na concessão de financiamento habitacional.
  • Não ser titular de direito de aquisição de imóvel residencial urbano ou rural, situado no atual local de domicílio, nem onde pretende fixá-lo.

Limite de valor do imóvel

Valor de avaliação limitado ao teto do FGTS para a região

  • Até R$ 130.000,00, para Distrito Federal, municípios integrantes das regiões metropolitanas dos estados de SP e RJ e municípios com população igual ou superior a 1 milhão de habitantes;
  • Até R$ 100.000,00 para os municípios com população igual ou superior a 250 mil habitantes, para os municípios do Entorno do Distrito Federal (RIDE/DF), demais regiões metropolitanas e capitais estaduais;
  • Até R$ 80.000,00 para demais regiões.

O valor do imóvel corresponde ao valor venal, que é o maior dos valores entre a venda e a compra e a avaliação total do imóvel considerado pronto pela CAIXA.

SAIBA MAIS

Limite de renda familiar

De R$ 465,00 a R$ 4.900,00 ou a R$ 4.650,00 se enquadrar no Programa PMCMV – para financiamento de imóveis situados nos municípios integrantes das regiões metropolitanas dos estados de São Paulo e do Rio de Janeiro, do Distrito Federal e Região do Entorno (RIDE/DF), nos municípios com população igual ou superior a quinhentos mil habitantes, e demais capitais estaduais e seus municípios limítrofes, que apresentam continuidade e integração territorias de suas áreas urbanas.

De R$ 465,00 a R$ 3.900,00 – demais municípios.

O encargo mensal não pode ser superior a 30% da renda familiar mensal bruta e ao resultado da análise de risco e apuração da capacidade de pagamento do cliente, efetuada pela CAIXA.